“Afinal, o que nos une? O vinho”

A Confraria dos Enófilos realizou o seu XLIV Capítulo no passado dia 26 de novembro no, já habitual, Hotel Palace do Bussaco. O grande destaque foi para uma das grandes personalidades do vinho em Portugal, Vasco D’Avillez, entronizado como Confrade de Honra. Além do antigo presidente da ViniPortugal, foram entronizados outros novos 11 confrades.

“Valorização e reconhecimento são as palavras que definem a Bairrada. Mantemos a identidade própria, a história sólida e uma região que se afirma pela diferenciação. A Bairrada tem um potencial imenso para explorar. Afirmamo-nos como uma grande região de espumantes, valorizamos as castas, mantemos o clássico, mas abertos ao mundo”, foram as palavras de Célia Alves, presidente da Confraria.

Luís Pato, outro grande nome ligado aos vinhos, realçou o quanto a Confraria já lhe deu e deixou como mensagem aos novos confrades, que estes passem a mensagem e a espalhem sobre os vinhos Bairrada. Destacou três pessoas que considera importantes para a região: Luís Costa, José Santos e Marquês da Graciosa.

Mário Sérgio, também produtor, aproveitou a sua intervenção para lembrar Rui Moura Alves, que faleceu este ano, homenageando-o, bem como referindo a sua importância para a história e para “nos lembrar como chegamos até aqui”.

“Estou comovido por estar aqui, sendo português. Lembro-me sempre de todos vós, sempre que falo na Bairrada ou que cá venho. A Bairrada é o líder e a locomotiva de produção de espumante no país. Estou disponível para dar a ajuda que puder. Temos que apostar mais na exportação, aumentar as vendas, fazer mais pela região”, afirmou Vasco D’Avillez.

O novo Confrade deixou ainda a esperança de que a Estação Vitivinícola da Bairrada se torne num centro de investigação de espumantes, dado força para que todas as entidades cheguem a um entendimento.

“É preciso haver mais certificação para os vinhos. Temos que fazer mais e melhor. Temos que trabalhar em união e em equipa. Afinal, o que nos une? O vinho”, concluiu.

Nascido em Cascais, em 1948, Vasco D`Avillez possui cidadania portuguesa e canadiana. Licenciou-se em Ciências Sociais e Políticas, na Universidade Técnica de Lisboa, em 1973. Filiado em diversas confrarias portuguesas, entre as quais a Confraria do Vinho do Porto, foi eleito no ano 2000 presidente da ViniPortugal, onde serviu por três mandatos.

Em 2008 foi condecorado pela República Francesa, com a Comenda da Ordem de Mérito Agrícola. Em 18 de dezembro de 2014 foi reeleito presidente da Comissão Vitivinícola da Região dos Vinhos de Lisboa. Em dezembro de 2015 foi condecorado com a Comenda da Ordem do Mérito Agrícola, pelo Presidente da República. Em abril de 2016 foi eleito “Personalidade do Ano” pela Associação dos Municípios Portugueses do Vinho. Em 2017 foi, igualmente, ordenado Diácono pelo Bispo de Lisboa, Cardeal-Patriarca, D. Manuel Clemente.

“Serve os vinhos portugueses há mais de cinco décadas e é uma das mais importantes e interventivas personalidades do sector em Portugal”, enaltece a Confraria dos Enófilos da Bairrada, “uma associação fundada em 1979 por insignes homens e mulheres da região, que visa a defesa, promoção e divulgação do vinho da Bairrada, sendo, atualmente, a mais antiga Confraria nacional em atividade”.

Uma das atividades desta Confraria é, anualmente, na cerimónia do Capítulo, entronizar e dar as boas-vindas aos novos Confrades e Confreiras, pessoas de destacados méritos e com apreço pelos vinhos da Região Bairrada.

 

Confrade de Honra

Vasco D’Avillez

 

Confrade de Mérito

Município da Mealhada

 

Novos Confrades Efetivos

Alberto Cardoso

Carlos Santos

Celso Leal

Joaquim Neto

José Silva

José Cancela

João Mota

Mafalda Vasques

Mariana Vidal

Nuno Rodrigues

Paulo Duarte

Advanced Heading
SUBSCREVA JÁ

NEWSLETTER

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceito Ler mais