Andy Scotch tem três músicas nos Morangos com Açúcar

“Sorte e muito trabalho”, estes foram os ingredientes principais utilizados na receita de sucesso dos temas do artista mealhadense, Andy Scotch, de 35 anos. Pelas músicas “Mundo Roda”, “Vencer” e “Got That Bag”, o músico assina uma presença constante nos episódios da série emblemática Morangos com Açúcar, estreada na TVI e na Prime Video no dia 23 de outubro.

Três músicas dos mesmo artista na mesma série, ou novela, não é algo comum, especialmente quando estamos a falar de um músico independente como Andy Scotch, que conseguiu este feito sem estar conectado a nenhuma editora.

“Os temas já estavam feitos no álbum André, não fui convidado a fazer uma música propositada, mas receber a notícia que estavam interessados nos meus temas foi incrível, fiquei muito contente, porque ainda por cima são três músicas distintas, o que não é normal. Deu-me muito mais motivação para continuar a fazer o meu trabalho e agora estou a lutar para que as coisas evoluam e para que consiga chegar mais longe, especialmente não estando nem no Porto nem em Lisboa nas grande editoras”, disse Andy ao Jornal de Anadia.

O single “Mundo Roda” fala sobre como a vida dá voltas e pessoas que estão em dificuldades podem virar o jogo para o lado do sucesso, já o tema “Got That Bag” aborda a criação de dinheiro através de investimentos em outras áreas, feitos pelo artista. Por último a música “vencer” aborda a saúde mental e doenças como a depressão e até mesmo estados que levam ao suicídio.

“O que eu escrevo e gravo são situações que sinto e vivo, penso que as coisas correram bem, mas no fundo não há receita, esta é a minha vida”, explica o músico.

Neste momento está a trabalhar no próximo álbum e algumas músicas já estão gravadas e prontas para seleção. Andy também está a gravar um projeto de experiência, onde é fora do rap e dentro de ondas de blues e rock. Além disso o músico mealhadense está a participar na criação do novo álbum do rapper lick wine, onde trata da produção do projeto.

Com 20 anos de carreira e uma notória presença em rádios nacionais, assim como uma forte presença televisiva em lançamentos anteriores, Andy começou por compor e gravar aos 10 anos. “Tinha um gravador de cassetes e gravava lá os meus temas, as minhas músicas que, naquela altura, eram umas pequenas composições de miúdo, mais leves”, confessa.

Sempre teve um estúdio em casa, era lá que gravava tudo o que produzia, porém, há cerca de dois anos, em conjunto amigos e outros artistas, alugou um estúdio, onde passou a realizar o trabalho musical. Mais recentemente, depois de juntar dinheiro com lançamentos e espetáculos ao vivo, Andy conseguiu comprar o próprio estúdio em Águeda, onde está sediado há três meses.

O próximo álbum continua sem data prevista, mas Andy garante que está a fazer de tudo para que saia no ano de 2024. Atua com um triângulo vermelho pintado na testa há cerca de uma ano e prefere esconder o mistério e recusa-se a revelar “os vários significados” do símbolo. A música “Cru” também revelou ser um sucesso e faz parte da trilha sonora da série da SIC e Opto, O Clube.

SUBSCREVA JÁ

NEWSLETTER

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceito Ler mais