Autarca de Cabo Verde quer replicar bons exemplos que viu em Cantanhede

A presidente da Câmara Municipal de Cantanhede manifestou a disponibilidade da autarquia em colaborar com o Município cabo-verdiano de Santa Cruz, em diversos domínios, como o desenvolvimento económico e social ou a área ambiente.

Essa intenção foi manifestada durante a receção à vice-presidente daquele município da Ilha de Santiago, Jamira Duarte, que esteve no concelho de Cantanhede para contactar com instituições ligadas ao apoio à deficiência e à inovação.

Helena Teodósio apontou o exemplo de outras parcerias estabelecidas com municípios de países de língua oficial portuguesa, como é o caso de Quelimane (Moçambique), que recentemente teve técnicos a receber formação em Cantanhede na área do saneamento e gestão de resíduos.

O nosso Município está sempre de portas abertas para a partilha de conhecimento”, garantiu a autarca, destacando a importância de uma alteração de paradigma no domínio da cooperação autárquica: “os municípios não se devem fechar em si próprios. Devem reforçar os conceitos de responsabilidade económica, social e científica, e isso passa por dar, mas também receber, o know how necessário ao desenvolvimento dos territórios”.

Acompanhada da vereadora da Ação Social e Saúde, Célia Simões, a autarca cantanhedense deu a conhecer a Jamira Duarte a forte dinâmica empresarial do Município, que se traduz num número cada vez maior de empresas a manifestar intenção de se fixarem nas zonas industriais do concelho.

Já no domínio social, outra das áreas que a vice-presidente de Santa Cruz tutela e que a trouxe a Cantanhede, Helena Teodósio destacou a importância da criação de parcerias com instituições ligadas à deficiência. A esse propósito, Célia Simões explicou o projeto “As minhas férias na Quinta da Fonte Quente”, que proporciona a ocupação lúdica e recreativa de crianças com multideficiências, residentes no concelho, no período de férias escolares, e que resulta de um desafio lançado em 2019 pelo Município à APPACDM de Coimbra – Unidade Funcional da Tocha.

Agradecendo a disponibilidade de Helena Teodósio em recebê-la, a vice-presidente do município cabo-verdiano com cerca de 26 mil habitantes deixou a garantia que os bons exemplos que viu em Cantanhede serão replicados em Santa Cruz. “São exemplos como este que nos vão ajudar a estruturar o que queremos no futuro”, concluiu.

Advanced Heading
SUBSCREVA JÁ

NEWSLETTER

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceito Ler mais