Conheça a programação do Centro de Artes de Águeda

A programação para o primeiro trimestre do ano no Centro de Artes de Águeda (CAA) está repleta de grandes nomes do teatro e da música do panorama nacional.

“Trazer grandes figuras da cultura nacional, investir na coprodução de espetáculos com os agentes culturais do concelho e a formação de públicos são apostas estratégicas fortes do Município, que têm respaldo na programação que apresentamos para os primeiros meses do ano e que vai continuar a surpreender ao longo de 2023”, disse Edson Santos, Vice-Presidente da Câmara de Águeda.

Um dos destaques da programação deste trimestre é a cooperação com as bandas filarmónicas do concelho, com dois espetáculos imperdíveis. O primeiro e que de o pontapé-de-saída da programação cultural do CAA de 2023 foi a Banda Alvarense & Berg and Friends, no dia 7 de janeiro. O segundo é a reposição do “Musicais de Uma Vida”, com a Banda Nova de Fermentelos ao lado de FF (Fernando Fernandes) e Sofia Escobar (dia 4 de fevereiro, às 21h30).

Continuando na área musical, a programação do CAA inclui os espetáculos de Fernando Tordo (21 de janeiro, 21h30), que recordará os grandes temas e as memórias que sobressaem da sua vida artística; o concerto comemorativo do 28.º aniversário do Conservatório de Música de Águeda (29 de janeiro, 18 horas), que contará com participação do Coro, Orquestra e Solistas, tendo como mote a música de algumas das bandas sonoras mais marcantes da história do cinema.

Os The Gift (3 de fevereiro, às 21h30), trazem a Águeda “Coral”, o seu mais recente trabalho, e David Fonseca apresentará o seu novo álbum “Living Room Bohemian Apocalypse” (dia 18 de fevereiro, 21h30), em que despontam canções mais recentes como o épico “Chasing The Light” ou o esperançoso “Live It Up”.

A estrear-se no palco do CAA, em fevereiro, vão estar Nena (dia 23, às 21h30) e Mellow Mood (dia 25, às 21h30). João Só e Tiago Nogueira (d’Os Quatro e Meia) vão trazer “Maldita a Hora”, onde prometem visitar temas (e artistas) que fizeram parte do seu crescimento (11 de março, 21h30).

No dia 23 de março (21h30), Bárbara Tinoco, Carolina Deslandes e Agir apresentarão “As Canções que Ninguém Quis”.

Integrado no ciclo “Quinta às 7”, que acontece uma vez por mês (sempre às quintas-feiras, às 19 horas), o CAA receberá, neste trimestre, “LaBaq”, no dia 9 de fevereiro; e “Amarela”, no dia 16 de março.

Teatro e comédia

Uma das apostas da programação do CAA para os primeiros três meses do ano é o teatro, seja para o grande público ou para a infância.

“Jesus, o filho”, de Elmano Sancho, é a proposta para dia 11 de fevereiro, às 21h30. O autor e encenador foi buscar a figura bíblica do Messias para encarnar uma personagem contemporânea que faz um retrato lúcido e mordaz da sociedade, sentindo-se impotente para a mudar.

Em março (dia 3, às 21h30), “Lar Doce Lar”, com dois incontornáveis nomes da comédia nacional – Maria Rueff e Joaquim Monchique, – vai subir ao palco principal do CAA para uma noite de muita comédia e boa disposição.

“O meu nariz é árabe” (dia 18, às 21h30), uma peça de teatro da Companhia João Garcia Miguel, conta com a criação e coprodução da Câmara Municipal de Águeda e da d’Orfeu.

No âmbito da 27.ª edição de OuTonalidades – circuito português de música ao vivo – também da d’Orfeu, irá passar pelo CAA “El Pelujáncanu”, no dia 25 de março às 21h30.

Para duas sessões de comédia, “Os Quatro Amigos” (o maior grupo de stand-up comedy do Brasil) vão apresentar dois espetáculos no CAA, ambos no mesmo dia (19 de janeiro) com uma sessão às 21h30 e outra às 23h.

 

Projeto Educativo e Mediação de Públicos

Também neste trimestre, o CAA dá continuidade ao novo ciclo de programação do Projeto Educativo e Mediação de Públicos, dirigido a crianças e famílias e que terá uma periodicidade mensal, sempre a um domingo, às 17 horas.

Arranca com “Parece um Pássaro” a 15 de janeiro. Seguir-se-á “Tangerina”, um espetáculo musical, a 12 de fevereiro e que será precedido de uma oficina para pais, professores e educadores, onde serão explorados os materiais e processos de criação do espetáculo e que irá decorrer acontecer na Biblioteca Municipal Manuel Alegre (dia 11 de fevereiro, às 11h). Em fevereiro, o teatro “Guarda-tempos” (no dia 26) e “As árvores não têm pernas para andar”, no dia 12 de março.

O Projeto Educativo do CAA apresenta ainda uma programação com atividades exclusivamente dirigidas às escolas, que terá início em janeiro com “Eu sou o outro”, no dia 26, às 10h30, direcionado aos alunos do 12.º ano.

“A Ilha Desconhecida”, no dia 2 de fevereiro, às 10h30, é dirigido aos alunos do 8.º ano. “Auto da Barca do Inferno”, destinado aos alunos do 9.º ano, será no dia 6 de fevereiro, às 14h30. Também em fevereiro, “O Príncipe Nabo”, no dia 14 às 14h, dirigido aos alunos do 5.º ano.

Ainda no âmbito do Projeto Educativo, a segunda edição do Ciclo de Exposições e Conversas “O Desenho como Pensamento”, organizado pela Câmara Municipal de Águeda e com direção artística do aguedense Alexandre Baptista, decorrerá de 14 de janeiro a 30 de setembro. O ciclo, que decorrerá entre Águeda, Albergaria-a-Velha e Aveiro, integra 18 exposições individuais, seis conversas e uma uma exposição coletiva, cujo foco é a disciplina de desenho.

Advanced Heading
SUBSCREVA JÁ

NEWSLETTER

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceito Ler mais