Expofacic espera perto de 500 mil visitantes

A Expofacic abriu as portas da sua 30ª edição nesta quinta-feira à tarde, com a presença na Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa. É o regresso de um dos maiores certames do género do país depois da paragem de dois anos forçada por conta da pandemia.

Helena Teodósio, presidente da autarquia de Cantanhede, começou por celebrar o regresso do evento, salientando o facto de a Expofacic já ser hoje um marco no roteiro dos grandes eventos no país. Contou a história e evolução da feira, referindo que a evolução da Expofacic está de mão dada com a evolução do município.

“A missão da autarquia é proporcionar aos seus munícipes boas condições de vida e, por isso, apresentamos hoje um projeto que representa o espírito de Cantanhede”, referindo-se a uma proposta que a autarquia tem para a cidade, que inclui a implementação de mais espaços verdes e azuis, tornando-se numa cidade sustentável. “É aqui onde queremos chegar. É esta a cidade que queremos”, concluiu a edil.

O evento decorre até ao próximo dia 07 de agosto, com a participação dos principais agentes económicos e socioculturais do concelho, bem como de empresas de todo o país.

PUB

Ana Abrunhosa, Ministra da Coesão Territorial, afirmou saber que o regresso da Expofacic é um regresso desejado por todos: “Todos têm aqui uma boa oportunidade para fazer bons negócios. Esta é a grande marca de Cantanhede, mas também é um marco no país”, afiançando que a organização do evento disse esperar mais de 400 mil visitantes nesta edição.

A Expofacic, que este ano celebra 30 edições, conta com 7 palcos, mais de 500 expositores, 47 tasquinhas e exposições temáticas como “Os Gigantes da Idade do Gelo” e exemplares únicos de “Motas Clássicas”, pretendendo ser um evento para todos os gostos e para todas as idades.

Cristina Antunes, presidente da Associação Empresarial de Cantanhede, deixou o desafio ao Estado para que olhem para as associações e agentes empresariais como parceiros.

O recinto estende-se por 95 mil m2 e o orçamento para esta 30.ª edição ascende a 1 milhão e 800 mil euros. Nos 11 dias de certame vão acontecer, em sete palcos, cerca de 120 espetáculos que envolvem mais de 500 artistas e técnicos.

Pedro Machado, do Turismo do Centro de Portugal, enumerou três desafios que todos os agentes ligados ao turismo têm, atualmente, pela frente: o crescer em valor, o reforço do processo de digitalização e inovação tecnológica e o desafio de regeneração, trazendo novos produtos ao mercado.

O palco principal está integrado numa área de 13 mil m2 que vai receber os 18 cabeças de cartaz, quatro deles estrangeiros (Espanha, França, Brasil e Irlanda). A área de estacionamento também cresceu. Este ano são 220 mil m2 para visitantes e cerca de 20 mil m2 para expositores.

Emílio Torrão, da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra, confidenciou que cada vez mais pessoas lhe mostram interesse em estarem presentes e mostrar os seus produtos e serviços na Expofacic. “Esta será a maior edição de todos os tempos e tenho a certeza que cativará mais pessoas”, disse.

Destaque ainda para o crescimento da área das tasquinhas: junto ao Palco 4 haverá 18 tasquinhas e no espaço maior 25, o que perfaz um total de 43 tasquinhas exploradas pelas associações, a que se somam quatro espaços para restaurantes, sem esquecer a presença neste espaço de stands de produtos regionais.

João Moura, atual presidente da Assembleia Municipal de Cantanhede, dirigiu-se à Ministra afirmando que, o facto de esta estar presente, é interpretado como um reconhecimento pelo trabalho que tem sido feito. João Moura sabe que o seu concelho vai honrar as suas gentes, sempre de olhos postos no futuro. “Evoluímos de forma significativa, o que nos torna um marco na região”, concluiu.

O relvado volta a estar reservado para a educação e para as atividades dedicadas aos mais novos, assim como neste local será transmitido, no dia 31 de julho, o programa Somos Portugal, da TVI. Uma das áreas que poderá desperta mais curiosidade, este ano, é a tenda com 1500 m2 que vai receber a exposição Gigantes da Idade do Gelo.

Também inédita será a mostra de motas clássicas que vai reunir mais de uma centena de motas. Uma nota ainda para a exposição de espécies exóticas. Ao lado, numa tenda menor, com cerca de 200m2, estará patente o mundo aquático. Novidade este ano é também a criação de um jardim botânico, ao ar livre, que terá patente ao público espécies vegetais de vários biótipos diferentes, e onde não vão faltar demonstrações e workshops.

Concertos no palco principal da Expofacic:

28 julho– Quinta-Feira

22:00 – ARAGÃO

23:30 – ZZOILO

29 julho – Sexta-Feira

22:00 – DINO D’SANTIAGO

23:30 CARLÃO

30 julho – Sábado

22:30 – JOSÉ CID

31 julho – Domingo

22:30 – TONY CARREIRA

01 agosto – Segunda-Feira

22:00 – JIMMY P

23:30 – PIRUKA

02 agosto – Terça-Feira

22:00 – QUIM ROSCAS E ZECA ESTACIONÂNCIO

23:30 – GIPSY KINGS by Diego Baliardo

03 agosto – Quarta-Feira

22:30 – MARIZA

04 agosto – Quinta-Feira

22:00 – MARY N

23:30 – MC PEDRINHO

05 agosto – Sexta-Feira

22:00 – CHICO DA TINA

23:30 PROFJAM

06 agosto – Sábado

22:00 – GAVIN JAMES

23:30 – KURA

07 agosto – Domingo

23:00 – XUTOS & PONTAPÉS

Advanced Heading
SUBSCREVA JÁ

NEWSLETTER

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceito Ler mais