Jovens voluntários limparam e preservaram espaços verdes na Mealhada

Chegou ao fim o programa “Voluntariado Jovem para a Natureza e Florestas na Mealhada” que levou 12 jovens, entre os 14 e 30 anos, a envolverem-se em diversas iniciativas ambientais, desde a limpeza de lagos e sargetas à criação de caixas-abrigo ou compostores.

As tarefas desenvolvidas pelos 12 jovens durante os 15 dias do programa centraram-se nas questões ambientais, com intervenção em diversos espaços públicos do concelho, nomeadamente no Parque da Cidade. Procederam à recolha e separação de resíduos, recolha de beatas, efetuaram trabalhos de rega no Parque da Cidade e na Quinta do Murtal e vários trabalhos de manutenção no Parque da Cidade, incluindo a limpeza do lago ali existente.

Os jovens voluntários participaram também em ações de controlo de acácia e erva-das-pampas e, apelando à sua criatividade, pintaram paragens de autocarro, um forno, um mural e sarjetas com o mote “O mar começa aqui”. Construíram um hotel para insetos, caixas-abrigo para passeriformes, um compostor, a árvore “ecológica” e sala da floresta no Parque da Cidade. Criaram também armadilhas para captura de vespa-asiática e distribuíram-nas pelos espaços verdes do concelho. Também colaboraram na remoção de árvores secas, nas sessões de sensibilização à população e na atividade “O ciclismo vai à escola”, aquando da Volta a Portugal em Bicicleta.

O programa, que se desenrolou no Centro de Interpretação Ambiental da Mealhada, contou com  a colaboração de diversas entidades, como a Associação Plantar uma Árvore, a Fundação Mata do Bussaco, a Associação de Apicultores do Litoral Centro, a Living Place, os Bombeiros Voluntários da Mealhada, a União de Freguesias da Mealhada, Ventosa do Bairro e Antes, o Gabinete de Proteção Civil e o Setor de Espaços Verdes e Florestas do Município.

O programa “Voluntariado Jovem para a Natureza e Florestas”, do Instituto Português do Desporto e da Juventude, tem como objetivo promover práticas no âmbito da proteção da natureza, florestas e respetivos ecossistemas, através da sensibilização e da preservação contra os incêndios florestais e outras catástrofes com impacto ambiental, da monitorização e da recuperação de territórios afetados.

Advanced Heading
SUBSCREVA JÁ

NEWSLETTER

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceito Ler mais