“O Rap vai à escola” esteve na Biblioteca Municipal de Cantanhede

A Biblioteca Municipal de Cantanhede recebeu no passado dia 24 de outubro, a iniciativa “O Rap vai à escola” com o músico de rap João Nina. Com organização a cargo da Rede de Bibliotecas de Cantanhede, a atividade que integra o Plana Anual de Atividades do presente ano letivo contou com a presença de cerca de 130 alunos das turmas do 7º ano do Agrupamentos de Escolas Marquês de Marialva e de uma turma do Agrupamento de Escolas Lima-de-Faria.

Na sessão de abertura esteve Pedro Cardoso, vice-presidente da Câmara Municipal que aproveitou para felicitar a organização pela iniciativa “e pelo seu caráter inovador, facto que permitiu aos alunos assistirem a uma atividade diferente, mas extremamente interessante.” Os temas abordados nas músicas elaboradas por João Nina “permitem-nos fazer reflexões muito pertinentes sobre a sociedade atual e sobre muitos valores de cidadania importantíssimos”, salientou o autarca.

O jovem e promissor músico transmite, através da sua música, alguns dos mais importantes valores da vida, expressando os seus sentimentos e a sua sensibilidade ao ritmo do RAP e absorvidos, para gaudio dos jovens adolescentes presente, que, de uma forma ou outra, se identificaram com os temas.

João Nina nasceu em Coimbra, em 1996. Despertou para o rap quando tinha apenas 10 anos, altura em que começou a brincar com as palavras e a cantar os seus próprios temas. Aos 16 anos iniciou aulas de viola. Licenciado em Estudos Artísticos na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, possuiu também um curso de produção musical frequentado numa escola do Porto. Recentemente criou o projeto de raiz “O Rap vai à Escola”, no qual o músico dialoga com os alunos, em torno de várias temáticas, tendo sempre como ponto de partida o processo criativo da escrita. Os temas musicais de João Nina centram-se, entre outros, nos valores da família, da cidadania, no respeito pelo outro e na aceitação da diferença.

João Nina realizou, ainda, no dia 24 de outubro, na parte da tarde, uma terceira sessão na escola Carlos de Oliveira, em Febres, no Agrupamento de Escolas Lima-de-Faria, e outra no dia 25, na Escola EB2/3 e Secundária João Garcia Bacelar, na Tocha, do Agrupamento de Escolas Gândara Mar.

Advanced Heading
SUBSCREVA JÁ

NEWSLETTER

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceito Ler mais