Promoções e condecorações nos Bombeiros de Anadia

O Quartel dos Bombeiros Voluntários de Anadia recebeu, no passado dia 30 de setembro, uma cerimónia de promoções e condecorações. Estiveram presentes diversas entidades, bem como toda a corporação anadiense e respetiva família.

Isabel Silva, presidente da direção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Anadia, orgulhou-se de todos os bombeiros que vestem a farda, mas também daqueles que estão na retaguarda a ajudar e apoiar.

“Existimos para servir e trabalhamos diariamente para conseguirmos dotar-nos de mais meios. A atribuição de medalhas de reconhecimento é feita àqueles que dão a vida pelos outros. Agradeço e parabenizo todos aqueles que nunca viram a cara à luta”, disse.

Bruno Almeida, comandante do corpo de bombeiros anadiense afirmou que era dia de festa, pelo aumento do número de operacionais, reconhecendo o trabalho da direção ao longo dos últimos anos, mesmo com todas as dificuldades económicas. Apontou a falta de carreira profissional como um dos problemas para a falta de bombeiros e entrave para a captação de jovens. Dirigiu-se ao seu corpo de bombeiros com gratidão.

Pela Federação do distrito de Aveiro, Miguel Soares, também concordou com a importância que teria uma carreira profissional de bombeiro. “É um esforço do dia-a-dia. Os bombeiros são diferentes pela forma como se entregam ao próximo”, disse.

Vitor Machado, da Liga dos Bombeiros Portugueses, corroborou de que não era fácil a captação de novos bombeiros, concordando que a vontade de os profissionalizar já é uma vontade antiga.

Do CODIS Aveiro, José Carlos Pinto, louvou os novos bombeiros e parabenizou todos os condecorados.

Teresa Cardoso, presidente da autarquia anadiense, referiu o facto de todos tentarem fazer o seu melhor, cujo objetivo é trazer o melhor às pessoas.

“É necessário haver vontade política para que se reconheça que todo o dinheiro investido nas corporações é bem investido e que a missão dos bombeiros não se esgota naquilo que é o combate aos incêndios. Que não vos falte coragem e determinação para continuarem o vosso trabalho”, concluiu a autarca.

No final da cerimónia foi benzida a nova viatura ao serviço dos bombeiros: o VTTU-02. É um veículo técnico urbano, com capacidade para 12 mil litros de água e que servirá de apoio técnico a incêndios e de abastecimento à população. Foi benzido pelo pároco da cidade, António Torrão.

 

Foram promovidos de Estagiários a Bombeiros de 3.ª: Francisco Cunha, Mara Matos, Fábio Castro, Bruna Marques, Marco Castro, Diogo Lima, Fernando Oliveira e Simão Sousa

Receberam medalhas de assiduidade por 5 anos de prestação à causa: Abel Cunha, Ivo Dias, Ana Silva, Ana Correia e Gonçalo Ferreira

Receberam medalhas de assiduidade por 15 anos de prestação à causa: Fernando Melo, Dmytro Romanovskyy e Sandra Ribeiro

Receberam medalhas de assiduidade por 20 anos de prestação à causa: Maria José Rodrigues e Paulo Ribeiro

Receberam medalha de prata de serviços distintos pela recolha de bens para o povo ucraniano e respetiva entrega na Polónia: Cmdt Bruno Almeida, José Barbosa, Alberto Liberato e Marco Mateus.

Receberam medalha de ouro de serviços distintos por terem trazido uma cidadã ucraniana para o hospital de Coimbra e, pelo caminho terem entregue alimentos e mantimentos para a população vítima da atual guerra: Cmdt Bruno Almeida e Dmytro Romanovskyy

Receberam distinção pela dinâmica e proatividade para com o povo ucraniano, uma medalha de serviços distintos: Estandarte dos Bombeiros de Anadia

Advanced Heading
SUBSCREVA JÁ

NEWSLETTER

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceito Ler mais