Salgueiral e Monte Novo são as primeiras “Aldeias Seguras” da Mealhada

O Município da Mealhada aderiu ao programa do Governo “Aldeia Segura – Pessoas Seguras” com a implementação de medidas de autoproteção nas aldeias de Salgueiral e Monte Novo, ambas na freguesia do Luso. O objetivo é alargar o programa a todas as aldeias.

As duas primeiras “Aldeias Seguras” do concelho são Salgueiral e Monte Novo, ambas rodeadas de uma considerável mancha verde, muito próximas da encosta do Bussaco. Para operacionalizar a implementação do programa Aldeia Segura – Pessoas Seguras, a autarquia forneceu à Associação Recreativa e Cultural do Salgueiral dois pneus, dois lances de mangueira e uma agulheta para operacionalizar uma cisterna de quatro mil litros de água, adquirida pelas populações do Salgueiral e de Monte Novo. Este será um recurso vital de proteção às populações em situação de emergência. Foram ainda entregues coletes e um megafone aos Oficiais de Segurança locais (pessoas identificadas como as responsáveis pelos avisos à população, pelas evacuações e ações de sensibilização sobre incêndios).

PUB

Para a implementação do programa, o serviço de Proteção Civil da Câmara Municipal da Mealhada, em colaboração com Junta de Freguesia do Luso e Os oficiais de Segurança Locais, estão no terreno a fazer o levantamento das características da população e do edificado de cada uma das aldeias.

O programa “Aldeia Segura” é um “Programa de Proteção de Aglomerados Populacionais e de Proteção Florestal”, que visa estabelecer “medidas estruturais para proteção de pessoas e bens, e dos edificados na interface urbano-florestal, com a implementação e gestão de zonas de proteção aos aglomerados e de infraestruturas estratégicas, identificando pontos críticos e locais de refúgio”. Por seu turno, o programa “Pessoas Seguras” tem como objetivo promover “ações de sensibilização para a prevenção de comportamentos de risco, medidas de autoproteção e realização de simulacros de planos de evacuação, em articulação com as autarquias locais”.

“Começámos nestas duas aldeias que têm um enorme potencial de risco, dada a mancha verde em que se inserem, mas o objetivo é alargar a todas as aldeias do Município. A prevenção e o combate aos incêndios são prioritários e devemos usar todos os meios disponíveis”, sublinha António Jorge Franco, presidente da Câmara da Mealhada.

Advanced Heading
SUBSCREVA JÁ

NEWSLETTER

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceito Ler mais