PCP demonstra preocupação com despedimento coletivo na Sanitana

A Comissão Concelhia do PCP de Anadia demonstra preocupação com dezenas de trabalhadores despedidos na empresa Sanitana, em comunicado emitido ontem, terça-feira.

Parte destes trabalhadores tinham vínculo precário com a empresa, contratados por empresas de trabalho temporário, outros já estavam na empresa há mais de 20 anos, segundo afirmam.

“Das três unidades de produção existentes nesta empresa, uma das unidades, com fornos e de laboração contínua, fica por agora encerrada com o argumento do aumento do preço do gás e eletricidade, alterando também a vida dos trabalhadores que continuam a laborar, com o ajuste de horários, funções e equipas”, pode ler-se.

“Para o PCP a manutenção dos postos de trabalho é essencial, tendo para isso apresentado várias propostas nesse sentido, avançar para tarifas reguladas e preços máximos nos produtos energéticos, como a eletricidade e o gás natural”, concluem.

Advanced Heading
SUBSCREVA JÁ

NEWSLETTER

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceito Ler mais