“Cine Olho” em destaque nos Olhos da Fervença

“Cine Olho 2023” ocorreu na noite de 23 de Agosto na Praia dos Olhos da Fervença (freguesia de Cadima, concelho de Cantanhede) e contou com uma agradável moldura humana, terminando com uma longa salva de palmas.

Nesta terceira edição, a organização do evento optou pela expansão do horário, de forma a congregar públicos de várias gerações e expetativas, iniciando ao fim da tarde com a animação musical e interativa, junto ao espelho de água, pelo projeto Lúcia-Lima Som Sistema, proporcionando momentos de dança, lazer e boa disposição no anfiteatro natural. De seguida, o parque das merendas acolheu o piquenique comunitário e a sessão de cinema ao ar livre.

As curtas-metragens projetadas abordaram temas como a etnografia, tradições e profissões, em especial das regiões da Gândara, da Bairrada e restante Região Centro, havendo ainda espaço para a música, documentário de intervenção cívica e cinema contemporâneo.

Foram exibidos os seguintes filmes: “Vende-se” (2011) de Humberto Guedes, “Caretos da Lagoa” (2023) de Tiago Cerveira e Município de Mira, “Pastor de Sonhos” (2016) de Paulo Fajardo, “Cultura do Mundo” de Vasco Espinhal Otero (2022), “Retire o seu Cartão” (2011) de Humberto Guedes, “Ti António Taboeira” (1990) RTP Memória, “Cinzas ao Vento (2018) de Paulo Fajardo, “Moro à Beira do Mar” de Vasco Espinhal Otero (2022) e “A Tremoceira de Cadima, Tremoço o Marisco dos Pobres” de Paulo Perdiz e Guilherme Ferro (2022). A sessão contou também com a presença dos realizadores Humberto Gudes e Vasco Espinhal Otero.

O público presente pôde sentar-se nas cadeiras, nas mantas no solo ou nas mesas de piquenique e aproveitar também a gastronomia local e bebidas refrescantes. O conceito deste evento passa precisamente por unir o convívio popular ao desfrute das artes e conteúdos.

Esta iniciativa teve com objetivo principal a dinamização e promoção cultural da Praia dos Olhos da Fervença, celebrando este ano também os 509 anos da atribuição do Foral de Cadima com uma visão cultural contínua do passado, presente e futuro da região.

A organização esteve a cargo da Lúcia-Lima Associação Cultural (que acolhe a Secção de Cantanhede do Cineclub Bairrada), com o apoio da Junta de Freguesia de Cadima e do Olhos Bar Restaurante, contando ainda este ano com colaboração do Vespa Clube Paperinos.

SUBSCREVA JÁ

NEWSLETTER

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceito Ler mais