Comparticipação de testes à Covid-19 continua até ao final de setembro

Os testes rápidos à Covid-19 continuam a ser comparticipados até ao final do mês de setembro, de acordo com um despacho publicado em Diário da República.

“A presente portaria entra em vigor no dia 1 de setembro de 2022 e vigora até ao dia 30 de setembro de 2022, sem prejuízo da sua eventual prorrogação“, pode ler-se.

Em causa está uma alteração à portaria que “estabelece um regime excecional e temporário de comparticipação de testes rápidos de antigénio (TRAg) de uso profissional prescritos no Serviço Nacional de Saúde (SNS)”.

O Governo considera que “importa assegurar a manutenção da vigência do regime excecional” de comparticipação dos testes rápidos, ainda que a “evolução da situação epidemiológica tenha evidenciado alguma estabilização”.

Com este prolongamento, o Governo mantém o “acesso e a realização de testes rápidos de antigénio de uso profissional, prescritos no Serviço Nacional de Saúde (SNS) e financiados através de um regime especial de preços máximos para efeitos de comparticipação da realização desses mesmos TRAg”.

No âmbito deste regime, os testes rápidos estão disponíveis em 1.502 farmácias e 718 laboratórios do país, segundo dados da Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde (Infarmed). Há ainda 148 estabelecimentos prestadores de cuidados de saúde onde estes testes podem ser realizados gratuitamente.

Advanced Heading
SUBSCREVA JÁ

NEWSLETTER

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceito Ler mais