Monografia sobre o Troviscal vai ser apresentada dia 26

A Câmara Municipal de Oliveira do Bairro vai apresentar no próximo dia 26 de novembro, às 15h30, na Casa do Povo do Troviscal, o livro “Troviscal, laços de História”, de Lília Gala.

Depois da obra “Na poesia me embalo”, lançada em 2022, a escritora natural de Póvoa do Carreiro – Troviscal, apresenta agora a sua segunda publicação, desta vez sob a forma de uma monografia, que dá a conhecer, de forma abrangente e detalhada, aspetos da história e cultura da sua terra natal.

Nas próprias palavras de Lília Gala, este livro pretende “perpetuar a vida difícil das gentes rurais e prestar a minha homenagem a esses homens que lutaram até lhes faltar o fôlego, à chuva, ao vento e ao frio, para que nunca faltasse o pão na mesa das suas famílias.”

O prefácio é assinado por Lília Ana Águas, Vereadora da Cultura do Município de Oliveira do Bairro, que refere que “as tradições são parte identitária de qualquer povo, razão pela qual considero esta obra de Lília Gala um trabalho de superior importância e que constitui um valioso contributo para a compreensão e preservação do património cultural do nosso Concelho”.

O escritor Armor Pires Mota, também ele responsável por várias monografias de aldeias e vilas da região bairradina, entre outras obras de diferentes estilos literários, descreve a obra de Lília Gala, nas “Notas Soltas” que a integra, como “um coração de claros afetos e ledas ternuras, batendo forte da primeira à última página, numa quente declaração telúrica de amor às raízes ancestrais, lições e memórias, que aprendeu e intuiu à lareira, ou nas brincadeiras de escola, largo ou rua, também no labor sofrido dos espaços agrícolas”.

Lília Maria Gala Rodrigues dos Santos, nasceu na rural e pacata aldeia da Póvoa do Carreiro, Troviscal, que pertence atualmente à União de Freguesias de Bustos, Troviscal e Mamarrosa, no concelho de Oliveira do Bairro, distrito de Aveiro.

Começou o seu percurso académico na Escola Primária do Troviscal, em 1959, tendo passado pelo Colégio Gil Vicente, hoje EB Frei Gil, em Bustos, e depois pelo Colégio do Infante (Escola Secundária de Oliveira do Bairro), tendo concluído o Curso do Magistério Primário, em Coimbra, hoje Escola Superior de Educação, em 1974.

Mais tarde, como trabalhador-estudante, concluiu a licenciatura na Escola Jean Piaget, em Arcozelo, Gaia.

SUBSCREVA JÁ

NEWSLETTER

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceito Ler mais